20 soldados dos EUA implicados na matança de Kandahar.

matança em Afeganistão
 
O comité afegão encarregado de investigar a matança de 17 civis afegãos domingo passado na província de Kandahar, no sul de Afeganistão, informou hoje que uns 20 soldados dos EUA participaram no incidente.
 
O comité foi criado pelo parlamento afegão para investigar a morte de 17 civis afegãos no distrito de Panjwaii, situado na província do sul de Kandahar.
 
Segundo o chefe do comité, após examinar as circunstâncias que rodearam o acontecimento e depois de falar com testemunhas presenciais e vizinhos, concluiu-se que o crime não pode ter sido cometido apenas por um soldado norte-americano.
 
O deputado afegão Sayeed Ishaq Gilani também assinalou que os religiosos e os anciãos da tribo de Kandahar creem que mais de um soldado participou no massacre; apesar disso, as forças armadas norte-americanas afirmam que apenas um soldado esteve implicado no incidente.
 
Líderes tribais de Kandahar, juntamente a deputados afegãos, pediram ao governo afegão e à comunidade internacional que investiguem o crime para clarificar quem foram os autores do crime, os quais serão julgados por um tribunal afegão.
 
Entretanto, os taliban afegãos prometeram vingar-se das forças norte-americanas.
 
Domingo passado, soldados norte-americanos abriram fogo contra um grupo de civis afegãos no interior das suas casas, no distrito de Panjwaii, situado na província de Kandahar, tendo assassinado 17 civis e deixado feridos outros cinco.
 
Fonte: HispanTV
Tradução SionismoNet

, ,

Comments are closed.