A Marinha de Guerra dos EUA rearma-se apesar da crise.

porta-aviões yanque

As forças navais dos Estados Unidos anunciaram que estão construindo um navio multi-funcional, desenhado para remover minas no Estreito de Ormuz, perseguir piratas somalis e vigiar os navios de guerra da China.

O representante republicano pelo estado do Alabama, Jo Bonner, um dos maiores impulsionadores deste projecto naval no Congresso norte-americano, reconheceu que o projecto está-se executando no meio de um dos programas de construção naval mais tortuosos da história da Marinha, em virtude dos crescentes custos e contratos cancelados  devido à crise que atravessa o país.

Com um custo de 700 milhões de dólares, um dos dois navios projectados, já em funcionamento apresentou problemas de construção, tais como, uma fuga importante e gretas no casco.

Depois dos técnicos corrigirem essas falhas, espera-se que seja enviado a Singapura no próximo ano, para que possa funcionar no extremo sul do Mar da China.

Segundo um relatório recente dos técnicos experimentadores de armas do Pentágono, “não se espera que tenha forte sobrevivência num meio de combate hostil”.

A Casa Branca e o Pentágono apostam pela construção de navios com capacidade de combate no litoral, como sendo o futuro da guerra naval.

Fonte: http://www.tercerainformacion.es/spip.php?article35930

,

Comments are closed.