A maioria dos chefes militares dos EUA não apoiam a guerra contra Síria

A maior parte dos chefes militares dos Estados Unidos da América não apoiam os planos do presidente Barack Obama para realizar uma agressão contra Síria, afirmou hoje o general reformado Robert H. Scales.

Scales, ex-diretor del Colégio de Guerra do Exército norte-americano, declarou num artigo publicado no diário The Washington Post, que nem o presidente da Junta de Chefes de Estado-Maior, o general Martin Dempsey, concorda com esta guerra.

O militar aposentado declarou que resultam óbvias as imagens televisivas que demonstram a posição de Dempsey durante as recentes apresentações do secretário de Estado, John Kerry, no Congresso norte-americano sobre el tema sírio, durante as quais o militar norte-americano de maior patente permaneceu em silencio.

General Robert H. Scales

As expressões faciais de Dempsey refletem as opiniões da maioria dos membros das forças armadas norte-americanas, sentimento que -segundo Scales- constatou em conversas que nos últimos dias manteve com dezenas de soldados e oficiais que se opõem à  entrada de Estados Unidos numa nova guerra.

Com o título “Uma guerra que o Pentágono não quere”, o general reformado declara que os militares sentem vergonha porque os planos bélicos da administração Obama carecem de sentido estratégico, pois nenhum dos assessores da Casa Branca possui experiência militar nem entende estes problemas.

As intenções do Executivo violam os princípios da guerra, incluindo a surpresa, a massividade e a observância de objetivos claramente definidos e alcançáveis, apesar de no final os militares respeitosamente honrarem as centenas de mísseis cruzeiro que matarão muitas pessoas a quem supostamente protegemos, acrescenta Scales.

A Casa Branca culpa as autoridades sírias pelo suposto emprego de armas químicas, mas o governo de Bashar al Assad desmente a acusação e assegura que é um pretexto para a agressão.

Fonte: http://www.tercerainformacion.es/spip.php?article57488

, ,

No comments yet.

Deixe uma resposta

Leave your opinion here. Please be nice. Your Email address will be kept private.