Após escândalo da divulgação de fotografias, Karzai solicita a retirada acelerada da NATO.

marines posando com cadaveres afegaos

O presidente de Afeganistão, Hamid Karzai, condenou hoje a atitude repudiável dos militares norte-americanos que posaram com cadáveres afegãos numa secção de fotografias fotografias, a qual qualificou de “repugnante”.

Num comunicado emitido, o titular afegão solicitou a retirada acelerada das tropas da Organização do Tratado Atlântico Norte (NATO), após a publicação destes actos desumanos.

“A única maneira de evitar que voltem a acontecer incidentes amargos deste tipo é finalizar o processo de transição o antes possível”, declarou Aimal Faizi, porta-voz de Karzai, .

“Não é a primeira vez que ocorrem coisas assim. Já tivemos incidentes comparáveis, actos desumanos, nestes últimos 10 anos”, afirmou o porta-voz.

O Pentágono, por outro lado, condenou o ocorrido e assegurou que se abriu uma investigação. Também referiu o seu desagrado com o diário que publicou as fotografias.

Também o presidente norte-americano, Barack Obama, criticou a atitude dos soldados do seu país e exigiu uma investigação.

Quarta-feira passada, o diário Los Angeles Times publicou umas fotografias nas quais marines norte-americanos estão posando junto a cadáveres e restos humanos de cidadãos afegãos.

Este acontecimento é considerado um escândalo para os EUA após a questão da queima de exemplares do Alcorão, a matança de 17 civis por soldados norte-americanos e a publicação de um vídeo em que soldados norte-americanos estavam urinando sobre cadáveres afegãos.

,

Comments are closed.