Alexei Pushkov: “os EUA mentem sobre Síria, tal como mentiram sobre o Iraque’

“Os EUA mentem”: chefe do Comité de Assuntos Exteriores da Duma, a Câmara baixa do Parlamento russo, Alexei Pushkov, reagiu esta sexta-feira às declarações pronunciadas por autoridades norte-americanas que acusam o governo de Síria de usar armas químicas, qualificando-as de “mentiras”.

O legislador russo e alto cargo de Assuntos Exteriores da Duma, respondeu esta sexta-feira, através da sua conta na rede social Twitter, às palavras pronunciadas na quinta-feira por Ben Rhodes, assessor adjunto do presidente de Estados Unidos, Barack Obama, para a Segurança Nacional, que acusou Damasco de ter cruzado a “linha vermelha” de Washington por ter usado armas químicas nos distúrbios que vive el país árabe.

EUA mentem sobre Siria

Pushkov afirmou que as informações sobre o uso de armas químicas por parte do governo do presidente sírio, Bashar al-Asad, são tão falsas “quanto as mentiras sobre as armas de destruição massiva de Saddam Hussein, no Iraque”. “Os EUA mentem”, declarou.

Os Estados Unidos, antes de invadirem o Iraque em 2003, apresentaram perante la Organização das Nações Unidas (ONU) e a comunidade internacional uns relatórios, realizados pelos seus serviços de espionagem, nos quais se afirmava que o regime do ex-ditador iraquiano, Saddam Hussein, possuía armas de destruição em massa, incluindo gás nervoso, mísseis balísticos e um programa de armas nucleares.

Depois de Washington ter justificado deste modo a invasão do Iraque, nunca se encontraram as supostas armas de destruição em massa.

Pushkov insistiu que Obama “está trilhando o mesmo caminho” que o ex-presidente norte-americano George W. Bush, que estava à frente do governo norte-americano quando se produziu a invasão do país árabe.

Fonte: HispanTV

, ,

Comments are closed.