EUA perde a liderança militar perante Rússia e China.

À medida que Estados Unidos reduz o seu orçamento com gastos militares, devido à crise econômica, os principais competidores fazem o contrário, o que está fazendo com que Washington aumente a sua preocupação perante o receio de perder a liderança mundial nesta área.

Segundo anunciou a emissora de notícias norte-americana ‘Fox News‘, enquanto Washington não sabe ainda se poderá superar a data limite para evitar os cortes em gastos militares previstos para princípio de março, Rússia está perto de ultrapassar os EUA neste âmbito, em apenas dois anos.

Segundo a mesma fonte, China será o seguinte país a ultrapassar os Estados Unidos, em 2035.

amrk russia

“Nos últimos 15 anos, o governo chinês duplicou as despesas militares, sendo motivo de preocupação para os Estados Unidos”, afirmou Jim Thomas, do Centro de Previsões Estratégicas e Orçamentais.

As autoridades norte-americanas estão realizando uma drástica redução do orçamento militar, como está evidenciado pelos últimos acontecimentos, entre eles a recente cancelação do envio do porta-aviões Truman para o Golfo Pérsico.

Segundo essa fonte de notícias, é a primeira vez em dois anos que a Armada dos  EUA não pode manter no Golfo Pérsico mais de um porta-aviões.

Estes dados e informações complementam as anteriores declarações de Léon Panetta, secretário de Defesa cessante, que tinha alertado que a situação se deterioraria se o Congresso não encontra a solução correta antes de 1 de março; data a partir da qual se colocariam em marcha los despedimentos massivos na Forças Armadas dos EUA.

“Em vez de sermos uma potência mundial de primeira classe, seremos um país de segunda categoria”, afirmou Panetta.

O diretor da Agência Central de Inteligência de Estados Unidos (CIA), o general David Petraeus, já tinha alertado para as consequências da aplicação de cortes no orçamento de defesa do s EUA.

, ,

Comments are closed.