Noam Chomsky criticou o ataque de Obama às liberdades civis.

El prominente linguista e ativista estadunidense pro direitos civis Noam Chomsky criticou a ampliação de algumas leis por parte do presidente Obama, as quais considera um ataque às liberdades civis.

O professor norte-americano referiu-se concretamente ao projeto de lei conhecido como Holders vs. Humanitarian, no qual o Supremo considera constitucional proibir qualquer tipo de relação com organizações consideradas terroristas.

Chomsky considera que esta medida é um ataque direto à liberdade de expressão, além de demostrar a incoerência da nova lei; “se te encontras com alguém pertencente a um grupo terrorista e o aconselhas recorrer a meios não violentos, poderias ser acusado de ajudar materialmente o terrorismo.”

Noam ChomskyO professor do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) fez também referência ao caso “Bradley Manning”, o qual foi encarcerado sem julgamento faz já uma ano e meio, passando a maior parte do tempo em regime de isolamento. Chomsky classificou como “tortura” este ato do Governo dos EUA e lamenta conhecer casos ainda mais graves.

O prestigiado filósofo, em entrevista concedida ao portal AlterNet, assegurou que Obama, com este projeto de lei, está atacando claramente a liberdade de expressão, sendo incompreensível essa atitude do presidente norte-americano.

Fonte: HispanTV

Tradução: Sionismo.Net

, ,

Comments are closed.