Pedofilia: sacerdotes católicos nos EUA demonstram comportamento sexual inadequado com menores.

Esta sexta-feira, outros dois clérigos católicos foram excluídos do sacerdócio por suspeita de condutas sexuais inadequadas (pedofilia).

Desde Maio, a Arqui-diocese de Filadélfia já destituiu das suas funções nove sacerdotes, por pedofilia e outros comportamentos indecorosos perante menores de idade.

Segundo o arcebispo Charles Chaput, os reverendos John Bowe, de 64 anos e David Givey, de 68, não poderão ser acusados propriamente de abusos sexuais, mas sim de violar os preceitos eclesiásticos que regulamentam a interacção dos padres com as crianças.

Desde Fevereiro de 2011, 26 presbíteros de Filadélfia encontram-se sob investigação judicial por casos similares e/ou pedofilia.

No passado dia 22 de Junho, um tribunal de Filadélfia declarou culpado a William Lynn, um alto responsável da Igreja Católica, por não ter mantido os menores afastados dos padres da sua arqui-diocese acusados de abusos sexuais.

Philadelphia Archbishop: pedofilia nos EUA

O processo é o primeiro do género nos EUA envolvendo um alto responsável da Igreja Católica.

Na capital do estado de Pensilvânia, que reúne uma congregação católica de quase 1,5 milhões de crentes, desde 2010 que se permitiu oficiar a outros 37 párocos, apesar de terem sido acusados de conduta imprópria.

Fonte: HispanTV.

Comments are closed.