Revelada intervenção dos EUA nos distúrbios de Síria e no apoio ao terrorismo nesse país.

rebeldes terroristas em Síria

Recente relatório sobre Síria revelam a evidente intervenção do Estados Unidos nos distúrbios que durante os últimos 11 meses se vêm registando neste país árabe.

A cadeia de noticias Al-Alam, citando fontes diplomáticas sírias, informou hoje que o embaixador dos Estados Unidos em Damasco, Robert Ford, manteve uma reunião com membros de um grupo conhecido como o Conselho Nacional Sírio, em Paris.

Segundo o relatório, o titular norte-americano exigiu a este conselho que colaborasse com grupos armados terroristas em Síria para intensificar os ataques contra as infraestruturas deste país e paralisar a economia.

Segundo Robert Ford, o apoio do Conselho Nacional Sírio aos grupos terroristas é a única via para derrocar o governo de Bashar al-Asad.

De acordo com o relatório, os Estados Unidos, além de oferecerem apoio militar e político aos grupos terroristas de Síria, também lhes dá suporte mediático. A cadeia de televisão norte-americana CNN é a única que entrevistou indivíduos armados.

A ajuda dos países ocidentais e alguns regimes árabes a grupos opositores armados de Síria, ocasionou que continuem os enfrentamentos entre as forças do exército sírio e os grupos rebeldes armados nas cidades de Horms (centro) e Rif Damasco (oeste). 

Os sabotadores, apoiados pelo Ocidente e alguns países árabes, semeiam o caos em Síria, onde já morreram mais de 5.000 pessoas, entre elas 2.000 das forças de segurança.

Fonte: HispanTV

Tradução: SionismoNet

, ,

Comments are closed.